Vendedor de Soluções

Nos dias de hoje, é muito comum os vendedores tentarem buscar a venda a qualquer custo. Tomados pela pressão das metas, ansiedade e velocidade das coisas, acabam pulando várias etapas importantes de vendas ou errando em princípios básicos que acabam lhe custando a perda do projeto. O maior problema disso é que eles, muitas vezes não enxergam onde estão errando. Vou lhes dizer que a grande maioria dos vendedores ainda não aprendeu a vender SOLUÇÃO.

Vender solução, por mais que pareça simples, não é. Trata-se de uma mudança radical de comportamento no momento da venda. Não basta simplesmente sair por aí discursando que seu produto tem a melhor qualidade do mundo, que seu preço é imbatível ou que você tem um prazo de entrega milagroso, se você sequer parou para escutar o por quê o cliente está procurando comprar.

Vamos analisar rapidamente as principais características de um bom vendedor:

  • Proativo
  • Empreendedor
  • Resistente à frustração
  • Criativo
  • Conhecedor do produto
  • Busca da melhoria contínua
  • Organizado
  • Gosta de pessoas
  • Boa comunicação
  • Simpático
  • Focado

Vamos agora tentar tornar este vendedor um pouco melhor?

  • Ouvinte
  • Fazer a pré-venda levantando informações relevantes
  • Demonstrar interesse pelos problemas do cliente
  • Desenvolver a confiança do cliente
  • Entender que preço não é a única coisa que as pessoas estão interessadas
  • Vender benefícios e nao características
  • Capaz de vencer resistências
  • Apresentar uma proposta que tenha valor
  • Demonstrar conhecimento, fazer comparativos e criar desejo de compra

Já dizia o grande filósofo Sócrates:

“Fala, para que eu possa te ver.”

A única maneira de descobrir ou de ver o que o cliente está pensando, é fazendo perguntas e ouvindo as respostas.

E você… está fazendo as perguntas certas e escutando as respostas? Está transformando as respostas dos seus clientes em possíveis soluções com os seus produtos e serviços?

Sucesso e ótimas vendas!!!

0 respostas

Deixe uma resposta

Tem uma opinião sobre o assunto?
Fique à vontade para comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *