O home office começará a ser testado em breve

Com a imposição às pressas pela pandemia, o home office veio para ficar em vários segmentos do mercado, principalmente nos bancos brasileiros. Matérias mostram que milhares de funcionários de instituições financeiras estão trabalhando de casa desde a segunda metade de março, e para uma parcela desse contingente, essa será a nova realidade. Isso também acontece nos outros segmentos e principalmente nas áreas comerciais das empresas.

Os planos das empresas ainda estão sendo finalizados, mas já existe a percepção de que, em muitos casos, a jornada remota não é apenas mais econômica como também tem sido muito mais produtiva.

Em uma matéria no site Valor Econômico, o diretor-executivo de recursos humanos do Itaú, Sergio Fajerman, destacou que “As reuniões estão mais focadas e o trabalho está mais produtivo, além do benefício de poder passar mais tempo com a família e menos no trânsito”.

Eu concordo com tudo isso que está sendo feito e falado, mas isso só vai ser realmente comprovado daqui para frente. Sabe por quê? Eu explico:

Até agora as pessoas estão presas em casa sem poder ir a lugar algum. Não tem outra opção fora ficar em casa. Os restaurantes estão “fechados”, parques e academias também, supermercados ainda oferecem riscos, clubes proibidos de receber todos os sócios, cinemas, praias etc… O comprometimento e a responsabilidade das pessoas ainda não foram testados. Todos os atrativos externos que existem para tirar o foco das pessoas ainda estão “bloqueados”. Na Grande São Paulo, a partir da segunda quinzena de julho, muitos desses “atrativos” voltarão, ainda que em horário reduzido, a funcionar. Quais são as ferramentas e alinhamentos que sua empresa está adotando para garantir a produtividade? Como garantir que seu funcionário não irá perder o foco com tantos atrativos à disposição? Ele está preparado e ciente que terá que gerir seu próprio tempo e entregar os resultados? Estamos aqui falando de todos os níveis hierárquicos.

Já que o home office veio para ficar, que tal implantar ferramentas de apoio corretas para auxiliar o trabalho da equipe? Existem diversas à disposição, não só para gestão dos clientes (CRM) como também para a organização das tarefas (Gestor de Tarefas). Aos gestores, estou aqui me referindo em ferramentas de auxílio e não de investigação, ok? É chegada a hora preparar as empresas para o novo normal.

Precisa de ajuda na gestão de sua equipe? Deixe aqui seu comentário ou entre em contato conosco.

Abraço e boas vendas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Tem uma opinião sobre o assunto?
Fique à vontade para comentar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *